Matérias

A boca amarga está relacionada a transtornos no fígado?

Não é uma regra, mas, sim, a boca amarga pode estar relacionada a transtornos no fígado.

O fígado produz, normalmente, um fluído extremamente amargo chamado bile – ele chega a produzir até um litro de bile por dia, dependendo dos alimentos que ingerimos (por exemplo, ao comermos alimentos gordurosos).

A bile é armazenada na vesícula biliar e ajuda no processo de digestão no intestino. Mas quando sua passagem é impedida e, por qualquer razão, a bile não consegue chegar ao intestino, ela pode alcançar o estômago por refluxo através do duodeno.

No estômago a bile acaba sendo absorvida e causa uma irritação na mucosa gástrica, além de provocar uma maior produção de ácido clorídrico. Este ácido, por sua vez, causa náuseas; e assim o gosto amargo da bile chega às nossas bocas.

 

Fontes para os textos sobre boca amarga:
Site O fígado e suas doenças: o que você precisa saber, por Dr. José Carlos Ferraz da Fonseca: www.drjcfonsecaeofigado.blogspot.com
Gastronet – Site da Clínica Marchesin: www.gastronet.com.br
Site oficial Dr. Dráuzio Varella: www.drauziovarella.com.br
Site Boa saúde, pela equipe editorial Bibliomed: www.boasaude.uol.com.br
Site da Sociedade Portuguesa de Endoscopia Digestiva: www.sped.pt

Envie para seu amigo
Conheça Eparema

Gerador de frases

Barriga cheia e filosofia têm tudo a ver: com nosso gerador de frases, suas conversas depois das refeições ficarão muito mais saborosas.

Fechar
Instale o aplicativo do facebook
Você é médico?